26 de Setembro de 2022

Amor, és Penha de França

fotografia: Junta de Freguesia da Penha de França

Nos dias 23 e 24 de setembro realizou-se a 1.ª edição do festival Penha Jazz, numa iniciativa da Junta de Freguesia da Penha de França, em Lisboa. Não tivemos oportunidade de assistir aos concertos, mas deixamos a reportagem fotográfica do evento.

Ler mais

25 de Setembro de 2022

Segundo dia, vinte anos

texto: Gonçalo Falcão / fotografia: João Duarte

Como não há nenhum mandamento que obrigue os festivais de jazz a só programarem jazz, o segundo concerto do Jazz ao Centro, edição de aniversário, oferecia Alabaster DePlume. No Salão Brazil, em Coimbra, e com entrada gratuita, a sala esgotou. 

Ler mais

23 de Setembro de 2022

Primeiro dia, vinte anos

texto: Gonçalo Falcão / fotografia: João Duarte

Coimbra diz-se ser uma cidade cultural. Mas a verdade é que nos anos 2000, para além do folclore académico (e da melhor estação de rádio do país) nem sempre acontecia muita coisa na “Cidade do Conhecimento”. Foi a vontade de fazer acontecer que ditou que Coimbra deveria ter um festival de jazz, estreado no 18 de janeiro de 2003. Surge o primeiro festival de jazz de Coimbra, numa altura em que a cidade se preparava para anunciar o programa que a celebrava como Capital Nacional da Cultura. Vinte anos depois, o primeiro concerto da edição deste ano do Jazz ao Centro aconteceu no Salão Brazil e faz o festival cumprir duas décadas. Quisemos estar presentes. Aqui fica.

Ler mais

19 de Setembro de 2022

Jazz no jardim

fotografia: Atelier Obscura (Mónica Sousa e Inês Domingues)

Os jardins do Palácio Monserrate, em Sintra, foram palco de um novo ciclo de concertos de jazz. Com concepção artística de Pedro Moreira e produção Clave na Mão, o ciclo Jazz em Monserrate decorreu entre os dias 15 e 18 de setembro, apresentando um total de quatro concertos: Afonso Pais com “O que já importa” (dia 15), Tomás Marques Quarteto (dia 16), André Fernandes “Dianho” (dia 17) e Mário Laginha Trio (dia 18). Não tivemos oportunidade de assistir, mas deixamos aqui a reportagem fotográfica pelo Atelier Obscura.

Ler mais

17 de Setembro de 2022

“A dose of creole shrimp sambosas, please”

texto: Gonçalo Falcão

A cidade de Chicago sempre foi um local de nightclubbing. A vida noturna da cidade perde-se entre a realidade e mito que rodeia uma verdade impossível de contar. A Chicago de Al Capone é hoje um lugar com igual número de mitos e fatos. Dezenas de prédios antigos em Chicago declaram-se testemunhas de copos ou mortes perpetradas por Capone. Mas há um que se consegue afirmar com certeza que foi um dos spots de hangout preferidos do rei da máfia da Windy City. Por isso começámos por lá.

Ler mais

16 de Setembro de 2022

Inebriante

texto e fotografia: Nuno Catarino

O trio The Selva levou à Galeria ZDB, em Lisboa, a sua música original e inebriante. Na primeira parte atuou Carla Santana, com o seu projeto solo Quatroconnection.

Ler mais

15 de Setembro de 2022

“Do you know what they call a Quarter Pounder with cheese?”

texto: Gonçalo Falcão / fotografia: Chicago Jazz Festival

O jazz nasceu em Nova Orleães. O jazz nasceu em Nova Iorque. O jazz nasceu em Chicago. As três frases são verdadeiras, o jazz tem múltiplas maternidades em vários pontos da América do Norte. Fomos a Chicago conhecer um dos polos mais interessantes do jazz atual. Entre arranha-céus, o festival da cidade e os clubes, o que por lá se passa (e muito mais....) é espantoso.

O Festival de Jazz de Chicago voltou em full steam após o hiato a que todos fomos forçados. A jazz.pt foi assistir a um dos grandes festivais americanos sabendo que isso não é possível. Mas trouxemos muito jazz da “Windy City” para contar. Aqui fica.

Ler mais

12 de Agosto de 2022

Sem linhas retas

texto e fotografia: Nuno Catarino

O guitarrista Vítor Pereira levou ao Hot Clube a música do seu recente disco “Jung”, acompanhado por um grupo de notáveis músicos portugueses (uma formação diferente daquela que gravou o disco). Fomos assistir à estreia do grupo na sala da Praça da Alegria.

Ler mais

10 de Agosto de 2022

Como é que se começa?

texto: Gonçalo Falcão / fotografia: Maria Bicker

Não queríamos deixar de estar presentes na Cerca do Convento Espírito, em Loulé, para estarmos na primeira plateia da primeira edição do Festival de Jazz Bernardo Sassetti. A diretora artística da Casa Bernardo Sassetti, responsável pela montagem e organização do festival, Inês Laginha, deu-nos as boas-vindas nesta edição inaugural e explicou que este festival pretende manter viva a memória musical do pianista. Um festival nómada que irá procurar o apoio de câmaras e instituições que o queiram receber e assim ir deixando uma memoração viva pelo país da música e espírito do celebrado.

Ler mais

10 de Agosto de 2022

Explicar a confusão que é estar vivo

texto: António Branco, Gonçalo Falcão e Nuno Catarino / fotografia: Vera Marmelo – Gulbenkian Música

A edição 2022 do Jazz em Agosto apresentou um programa com foco em três cidades: Chicago, Lisboa e Nova Iorque. O festival da Gulbenkian arrancou com músicos ligados à International Anthem, acolheu figuras internacionais de peso e diversos projetos nacionais. A jazz.pt foi assistir a todo o festival: John Zorn mostrou-se renovado e o maior destaque foi o Seven Storey Mountain VI, "um concerto em mil", com uma música a "explicar a confusão que é estar vivo". 

Ler mais

26 de Julho de 2022

A olhar para o futuro

texto: Nuno Catarino / fotografia: Jorge Carmona

A associação Robalo apresentou o seu festival entre os dias 18 a 22 de julho, no auditório do Liceu Camões, em Lisboa. Foram dez concertos em cinco dias: Oh Yes, Pigs Can Fly!, Sara Serpa “Intimate Strangers”, João Carreiro Quinteto, Albert Cirera y Kamarilla, Ensemble Robalo / Porta-Jazz, Trio de André Matos, ĩ pru vi ˈzar, APOPHENIA, The Peace of Wild Things e VAGA (Yedo Gibson, Felipe Zenicola, Susana Santos Silva e Paal Nilssen-Love). A jazz.pt passou por lá.

Ler mais

24 de Julho de 2022

“Ou somos exatos ou estamos vivos”

texto: Gonçalo Falcão / fotografia: Luís Belo

A frase estava bem grafada num tapume na zona histórica. Assinada “Jardins efémeros” fala-nos de um grupo de associações que vão dinamizando a vida cultural da cidade (para além do Teatro Viriato). A Gira Sol Azul é uma delas que organiza um festival de jazz ambicioso, com um variadíssimo número de ações: debates, emissões radiofónicas, concertos na rua, concertos ao domicílio (a montanha vai a Maomé, neste caso a locais onde o jazz não pode ir como à prisão ou a internatos), filmes, exposição e os concertos. São cinco dias com quarenta e oito (!!!!) acontecimentos dos quais quatorze são concertos. Deixámos Viseu sem saber se os responsáveis pela organização sobreviveram.

Ler mais

22 de Julho de 2022

Weissbier und vai-se ouvir

texto: Nuno Catarino e Gonçalo Falcão / fotografia: Vera Marmelo

O festival JiGG - Jazz im Goethe-Garten, promovido pelo Goethe Institut e com programação de Rui Neves, regressou este ano e apresentou cinco concertos, cinco propostas de jazz europeu contemporâneo, entre os dias 6 e 15 de julho. A jazz.pt foi acompanhar o festival lisboeta.

Ler mais

19 de Julho de 2022

O irmão mais novo

fotografia e texto: Sérgio Oliveira

Celebrando os seus 40 anos, o festival de jazz de Südtirol realizou-se entre 24 de junho e 3 de julho, levando jazz ao norte de Itália, quase na fronteira com a Áustria. O colaborador da jazz.pt Sérgio Oliveira teve a oportunidade de assistir a alguns momentos do festival. Deixamos aqui o seu relato.

Ler mais

19 de Julho de 2022

Para um mundo sem fronteiras

texto: António Branco / fotografia: André Delhaye

A 31.ª edição do Jazz no Parque, ciclo organizado pela Fundação de Serralves e com programação de Rodrigo Amado, terminou no passado sábado, 16 de julho, com concertos de Sara Serpa, que apresentou o notável projeto “Intimate Strangers”, e do trio formado por Ricardo Toscano, João Barradas e João Pereira. A jazz.pt relata o que testemunhou no Porto.

Ler mais

15 de Julho de 2022

Eco de um tempo distante

texto: António Branco

O projeto Nick Mason´s Saucerful of Secrets, liderado pelo baterista dos Pink Floyd, revisita a fase inicial desta banda rock muito influenciada, nesse período, tanto pelos blues de Bo Diddley como pela improvisação radical de Keith Rowe e dos AMM. O grupo encerrou em Lisboa uma etapa da sua “The Echoes Tour”. Não é jazz, mas a jazz.pt esteve lá.

Ler mais

12 de Julho de 2022

Cécile, a grande

texto: António Branco / fotografia: André Ferreira

Aconteceu entre 4 e 10 de julho mais uma edição do Funchal Jazz Festival, com um cartaz diversificado, que incluiu concertos de grandes nomes, apresentações de alunos, jam sessions, workshops e uma exposição. A grande triunfadora foi a cantora (e muito mais do que isso!) Cécile McLorin Salvant, com uma atuação inesquecível. A jazz.pt esteve lá e presta contas do que viu e ouviu.

Ler mais

11 de Julho de 2022

Três noites em Loures

fotografia: Mónica Sousa e Inês Domingues (Atelier Osbcura)

A segunda edição do LouresJazz realizou-se nos dias 8, 9 e 10 de julho, com três concertos no Pavilhão Paz e Amizade: Sul no dia 8 (trio de Bernardo Couto na guitarra portuguesa, Bernardo Moreira no contrabaixo e Luís Figueiredo no piano); Afonso Pais com “O que já importa” no dia 9 (com João Neves, Nazaré da Silva e Maria Luísa, João Hasselberg e João Pereira); e Pedro Moreira Quinteto no dia 10. A jazz.pt não teve oportunidade de assistir aos concertos, mas deixamos a reportagem fotográfica do evento, por Mónica Sousa e Inês Domingues (Atelier Osbcura).

Ler mais

11 de Julho de 2022

Um calor fresquinho

texto: Gonçalo Falcão / fotografia: João António A

Regressou, depois da pausa a que todos os festivais foram obrigados, o Portalegre JazzFest que assim assume a sua 17.ª edição. A um ano de completar a maioridade, os concertos que decorreram no excelente Centro das Artes e Espetáculos da capital de distrito, continuam a lutar contra o maior obstáculo do saber: a falta de curiosidade. A desertificação não se dá só na demografia. Pode ser também intelectiva. O CAEP tem sabido manter uma programação interessante e convidativa nas mais diferentes áreas e a parceria com Pedro Costa, uma das principais figuras do jazz europeu, mantem o evento com propostas atraentes, um elevado nível de qualidade e acessíveis a um público menos especializado. Um equilíbrio fino. Estivemos lá para desfrutar dos prazeres da região, incluindo a música.

Ler mais

5 de Julho de 2022

Do violino solitário ao canto dos pássaros

texto: Nuno Catarino / fotografia: RUN LOLA

Com programação de Rodrigo Amado, a 31.ª edição do Jazz no Parque foi marcada pela mudança. O ciclo de Serralves arrancou no dia 2 de julho, com atuações de Maria da Rocha e do Luís Vicente 4tet. A jazz.pt não podia faltar.

Ler mais

Agenda

27 Setembro

Eurico Costa e João Grilo

Maus Hábitos - Porto

27 Setembro

Jam Session com Bernardo Tinoco

Hot Clube de Portugal - Lisboa

28 Setembro

Granular Bastards

Oficinas do Convento - Montemor-o-Novo

28 Setembro

João Pedro Coelho “Crónicas”

Hot Clube de Portugal - Lisboa

29 Setembro

Mariana Dionísio & João Pereira “Tracapangã”

Café Dias - Lisboa

29 Setembro

Granular Bastards

O'culto da Ajuda - Lisboa

29 Setembro

Cícero Lee Trio feat. Desidério Lázaro

Drama Bar Lounge - Cascais

29 Setembro

Helena Espvall, José Lencastre e Maria da Rocha

Cossoul - Lisboa

29 Setembro

Conundrum: Pedro Melo Alves, Ignaz Schick

ZDB - Lisboa

29 Setembro

Quarteto Cabaud / Marques

Hot Clube de Portugal - Lisboa

Ver mais