Guilherme Rodrigues: “Acoustic Reverb” (Creative Sources)

Guilherme Rodrigues: “Acoustic Reverb” (Creative Sources)

Creative Sources

Nuno Catarino

O violoncelista Guilherme Rodrigues apresenta neste “Acoustic Reverb” um conjunto de pequenas peças: 58 temas curtos de solo de violoncelo, uma experiência imersiva.

Violoncelista com uma discografia já vasta, Guilherme Rodrigues é um improvisador de visão alargada. Nascido em 1988, Guilherme começou a tocar com o seu pai, o improvisador Ernesto Rodrigues, mentor da imparável Creative Sources Recordings, em paralelo com os seus estudos musicais – começou a estudar trompete e violoncelo, passou pela Orquestra Metropolitana de Lisboa e pelo Conservatório Nacional de Música de Lisboa. Desde então, Rodrigues tem trabalhado com inúmeras formações, em colaborações com músicos portugueses e internacionais, sendo uma das presenças mais regulares do catálogo da editora Creative Sources. Guilherme mudou-se há alguns anos de Lisboa para Berlim, cidade onde se estabeleceu e onde se tem afirmado, mas não deixa de regressar a casa e tocar frequentemente na capital portuguesa.

Se a sua produção discográfica é quase impossível de acompanhar, nas sua múltiplas parcerias e colaborações (na sua página Bandcamp estão 12 edições editadas em 2022!, incluindo o disco “Cosmos”), mais rara será a sua produção a solo. Neste novo disco, “Acoustic Reverb”, o violoncelista reuniu um conjunto de atuações a solo, gravações que partilham algumas características centrais: os temas foram gravados em dez diferentes igrejas de Berlim e num barco (MS Heimatland), entre maio e outubro de 2022. É uma verdadeira experiência imersiva: trata-se de um conjunto de 58 temas (!); as peças são quase sempre muito curtas (menos de dois minutos); aproveitam as características acústicas dos espaços; e remetem, muitas vezes, para uma toada de câmara. E se nas diversas formações – duos, trios, quartetos – ouvimos o seu violoncelo numa vertente comunicante, nesta configuração a solo ouvimos um lado mais concentrado, sobressaindo por vezes um lado mais clássico. Rodrigues serve-se do arco, do pizzicato e de técnicas extensivas, criando momentos sonoros ricos, apesar de breves. Uma abordagem criativa ao violoncelo, numa experiência rara e especial. 

 

 

  • Acoustic Reverb

    Acoustic Reverb (Creative Sources)

    Guilherme Rodrigues

    Guilherme Rodrigues (violoncelo)

Agenda

01 Fevereiro

Com Calma Jazz Jam

Com Calma - Espaço Cultural - Lisboa

02 Fevereiro

João Lencastre, Pedro Branco e João Hasselberg

Miradouro de Baixo - Carpintarias de São Lázaro - Lisboa

02 Fevereiro

Mockūnas-Mikalkenas-Berre

Água Ardente - Lisboa

02 Fevereiro

Ensemble Porta-Jazz / Robalo

Porta-Jazz - Porto

02 Fevereiro

José Menezes Quarteto

Cine Incrível - Alma Danada - Almada

03 Fevereiro

Pedro Neves Trio “Hindrances” / Wabjie

Festival Porta-Jazz - Rivoli - Porto

03 Fevereiro

Percussion

Água Ardente - Lisboa

03 Fevereiro

Gianni Narduzzi “Dharma Bums” / Carlos Azevedo Quarteto “Serpente”

Festival Porta-Jazz - Rivoli - Porto

03 Fevereiro

Mockūnas-Mikalkenas-Berre

Salão Brazil - Coimbra

04 Fevereiro

Coletivo Osso/Porta-Jazz “Interferências” / Umbral

Festival Porta-Jazz - Rivoli - Porto

Ver mais