Cíntia: “Sítio” (Cena Jovem Jazz.pt)

Cíntia: “Sítio” (Cena Jovem Jazz.pt)

Cena Jovem Jazz.pt

Gonçalo Falcão

Confesso que não estava à espera quando, no Salão Brazil, ouvi os Cíntia. Um jazz tresmalhado de rock psicadélico (diria até mais “psicodélico” porque parece da América do Sul, mas não do Brasil). O concerto foi muito bom e na altura disseram que ainda não tinham disco editado, mas que estava quase. Confirma-se. Chegou agora.

Bem ouvido oferece vários pontos de contacto interessantes, mas para dar uma primeira vista aérea sobre esta edição inaugura, diria que é um disco sobre conseguir manter o equilíbrio.

Os Cíntia são um trio de sintetizador, guitarra e bateria de músicos novíssimos. A música não é cantada, mas aparecem frequentemente gravações que vocalizam os temas: um pastor pentecostal brasileiro, Gilberto Gil a falar do bem e do mal e da maconha ("Introspeção Mística"), Oliver Thorn a falar do “Shit Life Sindrome” e do suicídio. Sempre a questão de tentar manter o equilíbrio, as depressões, a auto-análise, o que queremos da vida.

O primeira impressão da audição de “Sítio” é que há um uso despudorado da eletrónica. O sintetizador de Tom Maciel usa todos os botões e toca num enorme e variado número de registos criando assim um disco muito vivo e colorido, com sons que roçam o humor e vão até aos primórdios da eletrónica. A guitarra de Simão Bárcia ritma, mais que sola, num modo Talking Heads, enquanto a bateria de Ricardo Oliveira mantém a pulsação bem definida e próxima do rock.

A cola que une todas estas diferenças aparentemente irreconciliáveis é o mistério que dá graça à música dos Cíntia. Do rock à soul, passando pelo psicodélico e pelo ambiental, entra tudo no caldeirão desta fórmula original e em tudo parecem ser fluentes o que resulta numa música em permanente mutação.

“Sítio” é um disco que vive nas fronteiras do jazz atual mas que se ouve com imenso prazer e surpresa; tem aquele elemento raro da insolência de quem é novo, não tem nada a perder nem a provar e quer inventar. É ouvi-los. Eles sabem.

  • Sítios (Cena Jovem Jazz.pt)

    Cíntia

    Ricardo Oliveira (bateria), Simão Bárcia (guitarra elétrica e eletrónica), Tom Maciel (teclados e sintetizadores)

Agenda

26 Novembro

Tiago Sousa

Cossoul - Lisboa

26 Novembro

Lynn Cassiers, Manolo Cabras e João Lobo “Dancing With Don”

Porta-Jazz - Porto

26 Novembro

Clara Lai, Amidea Clotet, João Almeida e João Valinho

Penha sco - Lisboa

26 Novembro

Orquestra de Jazz de Espinho com João Barradas

Teatro Municipal de Bragança - Bragança

26 Novembro

José Lencastre, Ziv Taubenfeld e Felice Furioso

SMUP - Parede

26 Novembro

Júlio Resende

Fábrica Braço de Prata - Lisboa

26 Novembro

Mariana Dionísio, Clara Lacerda e Romeu Tristão

Adega do Museu Rural e do Vinho - Cartaxo

26 Novembro

Practically Married

Hot Clube de Portugal - Lisboa

27 Novembro

Jorge Moniz “Cinematheque”

Cine-Teatro Louletano - Loulé

27 Novembro

Lynn Cassiers / Manolo Cabras / João Lobo “Dancing With Don”

MAAT - Lisboa

Ver mais