Northwest Wind

Marcelo Peralta: “Northwest Wind” (Koshkil Records)

Koshkil Records

Rui Eduardo Paes

Argentino como Leandro “Gato” Barbieri, o nome de Marcelo Peralta poderia ser tão, ou mais, célebre no mundo do jazz quanto o desse outro gaúcho do saxofone tenor não fossem as circunstâncias da sua vida e as opções que tomou: em vez de perseguir o sonho norte-americano escolheu Madrid como cidade de residência durante mais de duas décadas, e em vez de escolher os palcos e os estúdios como segunda casa optou pelo ensino e pela mentorização de novas gerações de músicos. Era um génio no pleno significado da palavra, mas não teve o reconhecimento internacional que merecia – a não ser de outros músicos, como Tony Malaby e o seu discípulo radicado em Lisboa, o clarinetista Juan Cato Calvi, um dos responsáveis da Koshkil Records.

Com um estilo e um som muito próprios, e ideias musicais inovadoras partindo do legado do cool e de figuras como Warne Marsh e Jimmy Giuffre, estranhamente cruzadas com a “estética do grito” de um Albert Ayler, Peralta formulou uma música que conciliava os formatos e as técnicas do free jazz, da livre-improvisação e da música contemporânea com a tradição popular do Noroeste da Argentina. Tudo isso com uma abordagem acentuadamente melódica e de alma cheia.

Este multi-instrumentista (além do tenor tocava os saxofones soprano, alto e barítono, a quena, flauta de cana dos Andes, clarinete, piano, acordeão, violino, trompete, trombone, tuba e vários instrumentos autóctones da Argentina), compositor e pedagogo foi, aos 59 anos de idade, uma das primeiras vítimas madrilenas da Covid-19. Faleceu a 10 de Março de 2020, mais de um ano antes de este álbum a solo – uma espécie de «carta de navegação» do seu percurso de 30 anos de pesquisas saxofonísticas, para usar as suas palavras – ter tido a oportunidade de documentar a real importância que tem na história do jazz. “Northwest Wind” é, assim, como que o seu testamento.

Um testamento que nos deixa assombrados e a perceber que nos faltava uma peça essencial no conhecimento da globalidade do jazz. Agora, com a audição de Marcelo Peralta no que de mais expressivo gravou, a sós consigo mesmo, ficamos finalmente com o quadro inteiro. Para ouvir em: https://koshkilrecords.bandcamp.com/album/northwest-wind-solo-sax-kr-3

  • Northwest Wind

    Northwest Wind (Koshkil Records)

    Marcelo Peralta

    Marcelo Peralta (saxofone tenor, erkencho, chajchas)