Old Mountain: “Parallels” + “This is Not Our Music” (Nischo)

Rui Eduardo Paes

O duo Old Mountain (Pedro Branco na guitarra e João Sousa – o da área do jazz, não da improvisada – na bateria) é um dos projectos mais cativantes surgidos estes últimos anos na cena nacional. Nestes dois discos, saídos em simultâneo com selo Nischo, exploram uma vontade que desde cedo os vem motivando: chamarem outros músicos para o seu universo sonoro. No caso de “Parallels” o convidado é o trompetista Gonçalo Marques, que também assina três das composições, e no de “This is Not Our Music” a parceria conta com os préstimos de Nicolò Ricci no saxofone tenor, Mauro Cottone no contrabaixo e, numa das faixas, George Dumitriu na viola. Estes não contribuem com partituras, sendo a única que não pertence a Branco e Sousa uma “cover” de Ary Barroso, “P’ra Machucar Meu Coração”.

Lançar dois discos em simultâneo não é uma prática comum, mas percebe-se por que motivo aconteceu neste caso: torna-se impossível ouvir um destes álbuns sem logo saltar para o outro. Complementam-se. O intimismo de um, “Parallels”, joga de algum modo com a abordagem mais expansiva do outro, “This is Not Our Music”, como se fossem os dois lados de uma mesma moeda. Mas não por este oferecer mais do que o primeiro, pelo simples facto de associar mais instrumentos e mais timbres – também há momentos de intensidade e disrupção no título cujas lógicas estão concentradas no trabalho da dupla. Já bem se sabe, de resto, o quanto a guitarra de Pedro Branco pode agir como a cartola dos coelhos de um mágico. É outra coisa que une os dois lançamentos: uma descontração que torna até os temas mais rápidos em algo de especialmente sereno. Nestes dias de recolhimento com a chuva a cair lá fora esta é uma postura criativa que sabe bem. A predilecção deste ouvinte vai para a magnífica “Suite to a Young Poet”. Pura poesia.