The Selva

The Selva: “Canícula Rosa” (Clean Feed)

Clean Feed

Gonçalo Falcão

De dentro de uma capa parda, incaracterística da Clean Feed, sai um dos grandes discos do ano. Avanço com a notícia, sem medos do que virá nos próximos nove meses, porque o disco é inquestionavelmente grande. Um trio, de músicos portugueses, com dois instrumentos de cordas, violoncelo e contrabaixo, mais bateria. São oito músicas com oito ideias diferentes, todas elas à volta de um mesmo assunto: ideias para um trio.

Tudo se passa num universo de sons muito pequeno (os dois cordofones têm sonoridades muito semelhantes e, com a percussão, a sensação que temos é a de que o grupo regressa a uma série de passados que ficaram incompletos para continuar algumas das suas experiências. Quer isto dizer que a música dos The Selva parece ser um modo de continuar algumas elaborações minimais dos anos 1970 e 80, de tentar ir até ao osso dessa experimentação gravando-a com elementos completamente novos. Ouvimos o uso de repetições que usam as lições do minimalismo americano – Steve Reich, Philip Glass e talvez, mais ainda, Arnold Dreyblatt – para a construção de temas assentes em elementos pequenos.  As frases obstinadas suportam uma série de micro-acontecimentos que ganham escala precisamente por surgirem sobre uma base previsível.

É o minimlismo explicado às crianças e bem usado. Aparecem também contínuos atonais que relembram as explorações de Harry Partch, utilizando escalas não europeias e resultando numa espécie de tubo de som flutuante que vai mudando de direcção através das ordens da bateria. O disco abre com um tema escuro, com longas arcadas graves no violoncelo e no contrabaixo e a bateria a acentuar as suspensões com sons graves e misteriosos. Fecha com uma canção melancólica, mas muito mais aberta e solar. Entre estas paredes a música versa sobre as cores, sempre diferente e fruto de um conceito próprio. Parabéns aos The Selva, o trio português de Ricardo Jacinto no violoncelo, Gonçalo Almeida no contrabaixo e Nuno Morão na bateria, por estas invenções para uma instrumentação difícil.

  • The Selva

    The Selva (Clean Feed)

    The Selva

    Ricardo Jacinto (violoncelo); Gonçalo Almeida (contrabaixo); Nuno Morão (bateria)