Rui Caetano Trio: “Output” (Antena 2) (Curtas)

Curtas

O anterior disco em nome próprio de Rui Caetano, “Invisível”, foi lançado em 2010. O pianista esperou uma década para que outro (este “Output”) chegasse a público e valeu bem a pena que ele e nós esperássemos: é este o título da sua definitiva maturidade como músico – músico porque ...

Ler mais

Old New

Tomeka Reid Quartet: “Old New” (Cuneiform) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Cuneiform

Há muito que acompanhamos o notável percurso da violoncelista e compositora Tomeka Reid (n. 1977), quer como membro de formações lideradas por Anthony Braxton, Nicole Mitchell, Taylor Ho Bynum, Mike Reed ou Jaimie Branch, quer ao lado de outros nomes associados à Association for the Advancement of Creative Musicians (AACM), ...

Ler mais

Coin Coin Chapter Four: Memphis

Matana Roberts: “Coin Coin Chapter Four: Memphis” (Constellation) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Constellation

Matana Roberts é hoje uma compositora conhecida e com prestígio internacional. “Coin Coin”,o seu projecto de fundo, surgiu depois de uma série de experiências inaugurais com o quarteto Sticks and Stones (início dos anos 2000), continuando com o lançamento de uma série de trabalhos a solo ou como líder de ...

Ler mais

Filipe Teixeira Trio: “Tao” (Carimbo Porta-Jazz) (Curtas)

Curtas

Mal o ano começou a já temos aqui um disco de peso. O contrabaixista Filipe Teixeira, líder deste trio com João Mortágua no saxofone alto e Acácio Salero na bateria e também autor de todas as peças reunidas, é o mesmo de formações já bem nossas conhecidas da cena do ...

Ler mais

A Incerteza do Trio Certo: “A Incerteza do Trio Certo” (Carimbo Porta-Jazz) (Curtas)

Curtas

Portugal é um país de guitarristas e talvez por isso também o jazz português com eles conta como os mais numerosos dos seus instrumentistas. Bem menos são aqueles que se destacam por terem desenvolvido uma personalidade musical própria e um deles apresenta-se simplesmente como AP neste disco surgido no final ...

Ler mais

Golden Valley is Now

Reid Anderson / Dave King / Craig Taborn: “Golden Valley is Now” (Intakt) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Intakt

Em 1968, Ornette Coleman lançou na Blue Note “New York is Now!”, acompanhado pela secção rítmica do quarteto “clássico” de John Coltrane – Jimmy Garrison e Elvin Jones – e pelo saxofonista Dewey Redman. Quatro décadas volvidas, o “agora” acontece mais a norte, na pequena cidade de Golden Valley, algures ...

Ler mais

Duot: “Fe” (Repetidor) (Curtas)

Curtas

O título refere algo que ainda ninguém conseguiu definir exactamente, apesar dos muitos textos teológicos e antropológicos inspirados pela ideia de fé. A foto da capa, com o rosto estatuário da Virgem Maria, terá sido tirada no próprio local onde este disco foi gravado, ao que parece (as notas do ...

Ler mais

Joelle Léandre: “Strings Garden” (Fundacja Stuchaj!) (Curtas)

Curtas

Este triplo álbum é da fornada léandriana de 2018, mas ainda vamos muito a tempo de o recomendar. Nele encontramos a contrabaixista francesa com três tocadores de cordofones, um por cada CD, autonomamente intitulados e gravados ao vivo em locais e países diferentes, designadamente Bernard Santacruz (contrabaixo, em “Trees”), Gaspar ...

Ler mais

The People I Love

Steve Lehman Trio & Craig Taborn: “The People I Love” (Pi Recordings) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Pi Recordings

Figura incontornável do jazz mais aventuroso das últimas duas décadas, o saxofonista alto, compositor e estratego Steve Lehman (n. 1978) é alguém cuja obra multidimensional não conhece estagnação. Ao invés, mediante grupos de múltiplas configurações e incorporando elementos de diferentes quadrantes, tem erguido um corpo de trabalho que desafia rótulos ...

Ler mais

Solar Wind

Joëlle Léandre / Robert Dick / Miya Masaoka: “Solar Wind” (NotTwo Records); Tiger Trio: “Map of Liberation” (Rogue Art) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / NotTwo Records

A discografia de Joëlle Léandre é tão ampla (aproxima-se já dos 200 títulos) que podemos inventar percursos temáticos através dela. Um, talvez o mais óbvio, é seguir as suas colaborações com violinistas, já que as foi tendo muitas, de Carlos “Zíngaro” a Mat Maneri, passando por India Cook. Mais raras ...

Ler mais

Alexandra Grimal / Joelle Léandre: “Désordre” (Montagne Noire) (Curtas)

Curtas

Fica quase tudo dito no texto de apresentação deste disco que junta os esforços de duas das mais importantes figuras femininas do jazz criativo francês, a saxofonista Alexandra Grimal, de 39 anos, nascida no Cairo (o pai, Nicolas Grimal, hoje residente em Portugal, é um famoso egiptólogo) e a contrabaixista ...

Ler mais

Harri Sjöström / Guilherme Rodrigues: “The Treasures Are” (Creative Sources) (Curtas)

Curtas

Há discos assim, e o facto de não haver muitos que assim são valoriza-os ainda mais. Quando dizemos “assim” é porque a música que está lá dentro tem em si mesma – mesmo que não consideremos quem a criou e as histórias que lhe deram realidade – algo que a ...

Ler mais

Conjure

Karl Berger / Jason Kao Hwang: “Conjure” (True Sound) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / True Sounds

Reputados artífices da composição em tempo real, Karl Berger e Jason Kao Hwang – músicos de gerações diferentes, com quase 20 anos a separá-los – dão sequência em “Conjure” a uma parceria que remonta pelo menos aos tempos em que o violinista e violetista de ascendência chinesa integrou a orquestra ...

Ler mais

MAU: “Utopia” (Carimbo Porta-Jazz) (Curtas)

Curtas

Qualquer novidade que venha do contrabaixista e compositor Miguel Ângelo é, só por si, notícia, e quando se verifica que este trio em estreia inclui o guitarrista Miguel Moreira e o baterista Mário Costa mais a curiosidade fica despertada. Todos eles nos apresentaram antes projectos em que o título que ...

Ler mais

André Rosinha: “Árvore” (Robalo) (Curtas)

Curtas

Se as qualidades como contrabaixista de André Rosinha há muito eram inquestionáveis, em “Pórtico” ficaram firmadas igualmente as suas valias como compositor. Com este “Árvore” o músico dá um passo de gigante no seu percurso. Rosinha acerta totalmente no alvo ao pensar como deve ser, com as coordenadas que são ...

Ler mais

Ig Henneman / Jaimie Branch / Anne La Berge: “Dropping Stuff and Other Folk Songs” (Relative Pitch) (Curtas)

Curtas

A história do jazz e da música improvisada tem sido maioritariamente “escrita” por grupos formados exclusivamente por homens, tendo esta área da criação musical urbana adquirido um carácter masculino na própria expressão e nos processos que aplica. Em reacção contra esse estado de coisas, nestes últimos anos muitas têm sido ...

Ler mais

Linhas

Quarteto de Gonçalo Marques: “Linhas” (Carimbo Porta-Jazz) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Carimbo Porta-Jazz

Há muito que o trompetista, compositor e pedagogo lisboeta Gonçalo Marques (n. 1972) faz parte do núcleo dos músicos mais relevantes do panorama jazzístico nacional. Não sendo particularmente prolixo em matéria discográfica, o que produziu em nome próprio é sempre altamente recomendável: depois da estreia em 2010 com “Da Vida ...

Ler mais

Lisbon String Trio & Rodrigo Pinheiro: “Rhetorica” (Creative Sources) (Curtas)

Curtas

O Lisbon String Trio (não confundir com o Lisboa String Trio de José Peixoto, Carlos Barretto e Bernardo Couto) continua a convidar outros músicos para explorações conjuntas no domínio da música de câmara improvisada, e desta feita o convidado é o pianista Rodrigo Pinheiro. A combinação entre uma viola (Ernesto ...

Ler mais

IKB: “Paradoxurus Hermaphroditus” (Creative Sources) (Curtas)

Curtas

Esta noite (21 de Novembro), o IKB volta ao O’culto da Ajuda, em Lisboa, no contexto do Creative Sources Fest. Digo volta porque este “Paradoxurus Hermaphroditus”, acabado de sair, foi ali mesmo gravado no ano passado, e grande parte dos músicos que então incluíram este ensemble de formação variável, e ...

Ler mais

Indra

Indra Trio: “Indra” (Ed. de Autor) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Edição de autor

No Hinduísmo, Indra é o deus do céu e rei dos Deva (deuses da natureza), associado ao clima e aos cursos de água. No Rigveda – a primeira e mais importante das quatro obras que formam a base do extenso sistema de escrituras sagradas desta religião –, Indra é celebrado ...

Ler mais