, 2 de Julho de 2021

“Bad Company” em Lisboa e no Porto

Ambos os músicos em causa são especiais cultores do formato duo e vêm de outras experiências em que exploraram as premissas e potencialidades do diálogo a dois em contexto de improvisação (a partir de composições, estruturada de alguma forma ou totalmente livre).

Pedro Melo Alves tem uma parceria com o também baterista/percussionista João Pais Filipe que ainda em Junho passado esteve na estrada, mantém com João Carlos Pinto o projecto electroacústico Caco.Meal e estão para ser editados em disco os seus encontros de 2019, sob a designação de “Conundrum”, com nomes como Nuno Rebelo, Albert Cirera, João Grilo, Pedro Branco e Mariana Dionísio, entre outros. Pelo seu lado, Pedro Carneiro lançou este ano os álbuns “Kinetic Études”, com o pianista Rodrigo Pinheiro, e “Explorations 24”, com Payton MacDonald na segunda marimba, e aguardam publicação gravações suas com Carlos “Zíngaro” e Ulrich Mitzlaff.

Juntos têm agora Melo Alves e Carneiro em circulação o CD “Bad Company”, com selo Clean Feed. Os concertos de apresentação são hoje (2 de Julho) e amanhã, respectivamente em Lisboa (sede da Orquestra de Câmara Portuguesa – Algés de Cima, Rua Sofia Carvalho, nº 1, 19h00) e Porto (Auditório da FEUP, 19h00). Como no disco, estas actuações inspirar-se-ão na crença do escritor japonês Yasuoka Shōtarō de que «o objectivo de todas as coisas é a beleza».