, 8 de Julho de 2020

Que Jazz é Este? volta a animar Viseu

Em tempo de desconfinamento controlado, também Viseu volta a ter o seu festival de jazz. O Que Jazz é Este? vai espalhar-se ao longo de três meses, de Julho a Setembro, mas só parcialmente com concertos ao vivo. O primeiro será a 22 deste mês com os Empa de Miguel Rodrigues, ao baterista e compositor se juntando José Diogo Martins (piano) e Demian Cabaid (contrabaixo), numa apresentação a ter lugar na Casa do Miradouro. No mesmo dia, mas no Adro da Sé, Carlos Bica (foto acima) leva consigo e com o seu contrabaixo os jovens André Santos (guitarra) e João Mortágua (saxofones).

A Casa do Miradouro volta a ser utilizada a 12 de Agosto com Whosputo, banda de canções que namora com os formatos da soul e do R&B e na qual encontramos figuras da nova geração do jazz nacional, como Tom Maciel (teclados) e Miguel Fernandez (bateria), juntamente com Raimundo Carvalho (voz, guitarra) e Tiago Martins (baixo). Nesse mesmo dia, mas no Parque Aquilino Ribeiro, tocam os Troll’s Toy de Gabriel Neves (saxofone tenor), Jorge Loura (guitarra barítono) e João Martins (bateria e percussão), que funciona como se «Frank Zappa, Wayne Shorter, Richard Wagner e Egberto Gismonti se encontrassem num concerto dos Tool».

A 26 de Agosto, no Carmo’81, o jazz mescla-se com a electrónica experimental na fórmula Krake, protagonizada por Pedro Oliveira. Depois, um salto ao Parque Aquilino Ribeiro traz o João Guimarães Group, com o dito no saxofone alto, Mário Santos no tenor, Eduardo Cardinho no vibrafone, Francisco Brito no contrabaixo e Marcos Cavaleiro na bateria. Se em termos melódicos a escrita de Guimarães está no pós-cool, a sonoridade do grupo abarca o rock e o funk.

No dia 9 de Setembro o Que Jazz é Este? inclui os Uhai de Gustavo Dinis (sintetizadores, sampler, guitarra) e Miguel Sampaio (bateria, sampler, electrónicas várias), num jazz ambiental e com “beat”. Da Casa do Miradouro muda-se novamente para o Parque Aquilino Ribeiro a fim de se ouvir o Coletivo Gira Sol Azul, dirigido pelo teclista Joaquim Rodrigues e com um convidado especial estrangeiro ainda não revelado. O pianista Mário Laginha toca em trio com Bernardo Moreira (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria) a 30 de Setembro, no Teatro Viriato.

O resto da programação inclui a série Jazz ao Domicílio, com visitas de um combo saído do Coletivo Gira Sol Azul a três lares, um hospital e um internato, outra que tem como nome Jazz na Rua, com actuações em vários locais públicos da cidade de Viseu, várias oficinas e, não menos interessante, umas quantas emissões radiofónicas a partir da Praça da República, sob a designação Rádio Rossio. Entres os DJs de serviço teremos, por exemplo, José Miguel Pereira, presidente da direcção do Jazz ao Centro Clube, Victor Afonso, director do Teatro Municipal da Guarda, e Rui Miguel Abreu, director da revista digital Rimas e Batidas.