, 17 de Outubro de 2019

Porque é Novembro: Creative Sources Fest

Já não há mês de Novembro que não chegue com o Creative Sources Fest. Na sua 13ª edição, o festival promovido pela editora Creative Sources volta ao O’culto da Ajuda, Lisboa, de 18 a 24 do próximo mês, em sessões com três ou quatro concertos cada uma. Principais chamarizes são a associação de Gabriel Ferrandini ao Lisbon String Strio (18), uma formação que junta os novíssimos valores Mariana Dionísio, João Almeida e João Valinho aos consagrados Abdul Moimême e Alvaro Rosso (19), Carlos Santos a solo (também a 19), um quinteto integrado por Carlos “Zíngaro”, Ernesto Rodrigues, Guilherme Rodrigues, Hernâni Faustino e José Oliveira (20), o Trio Panasónico de Maria do Mar, Juan Cato Calvi e Luís Erades Ortega (igualmente dia 20), o Nau Quartet de José Lencastre (21), dois grupos com a presença de Fred Lonberg-Holm, um com Ernesto Rodrigues e Rodrigo Pinheiro (23) e outro com Kriton Beyer e Luís Lopes (24 de Novembro), para além do Rodrigo Amado Motion Trio em  versão Large Ensemble (24). Entre os convidados de outras paragens geográficas estarão Emilie Skrijelj, Tom Malmendier, Étienne Brunet e Yu Lin Humm. O programa arranca com 3/6 das Lantana, Joana Guerra, Helena Espvall e Carla Santana, em combinação com Mariana Dionísio e João Valinho, e termina com um colectivo de grande número, Suspensão.