, 3 de Outubro de 2019

Appleton Garagem estreia-se com um festival

É a 24 de Outubro, com um festival, que se faz a abertura da Appleton Garagem. O espaço situado em frente à galeria de arte Appleton, de Alvalade (Lisboa) tem como responsáveis da sua programação dedicada às músicas improvisada e experimental duas figuras bem conhecidas destes meios, David Maranha e Manuel Mota. No alinhamento da sessão estarão André Gonçalves com os seus sintetizadores modulares (foto acima de Vera Marmelo), o projecto teatral Imaginação Morta Imaginem, um grupo formado por Helena Tavares, Maria Duarte, André Maranha, Gonçalo Ferreira de Almeida e João Rodrigues, António Poppe num solo de voz e flauta, a dupla de Margarida Garcia e Manuel Mota, Vasco Alves em gaita-de-fole e um quinteto formado por David Maranha (de regresso ao violino), Riccardo Dillon Wanke (desta vez em bulbul tarang, um instrumento tradicional do Punjab), Derecq Moench, Miguel Abras (trocando o habitual baixo por um órgão) e José Miguel Rodrigues.

Uma boa parte da agenda até 2021 da Appleton Garagem já está fechada: ali actuarão Fred Lonberg-Holm, a dupla de Pedro Tropa e João Pimenta Gomes, os Calhau de João Alves e Marta Ângela, Osso Exótico (com o “tutti” de André e David Maranha, Francisco Tropa, Manuel Mota e Patrícia Machás), Helena Espvall, Ricardo Jacinto, Giovanni Di Domenico com Pak Yan Lau (ou seja, metade do quarteto Going), os @c de Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, Felipe Felizardo, Bernardo Devlin e João Pais Filipe.