, 24 de Julho de 2019

No Noise: um dia, 11 concertos

No Noise – Festival de Música Experimental & DIY. O nome não o indica, mas esta maratona de 11 concertos e quatro actividades paralelas voltará, no próximo dia 3 de Agosto, a incluir músicos com nome feito nos circuitos internacionais da improvisação e do jazz.

Mais uma vez com o Convento de Francos, no Porto, como cenário, a partir das 15h00, Burkhard Beins (foto acima), Amy Knoles, Alfredo Costa Monteiro, Ferran Fages (estes últimos constituindo o duo LLUMM), Scorpions (grupo em que encontramos Miguel Abras), Sereias (previsivelmente com a participação do saxofonista Julius Gabriel) e Trigger (estiveram o ano passado na John Zorn Special Edition do Jazz em Agosto da Gulbenkian) desfilarão, entre outros, na iniciativa que a sua organizadora, a Sonoscopia, define como «o menor festival de Verão» ou como um «não-festival».

Trata-se da mesma Sonoscopia que em Novembro (dia 12) integrará pela primeira vez o cartaz do Guimarães Jazz com uma formação, Ikizukuri, e que acaba de lançar a sua mais ambiciosa edição discográfica de sempre, uma caixa com um LP, quatro CDs, um livro e dois “prints” fotográficos, com o título “Disposofónicos”, que junta diversos projectos nacionais com utilização de dispositivos electrónicos de invenção e construção própria, entre eles Nova Orquestra Futurista do Porto, Srosh Ensemble e Phobos – Dysfunctional Robotic Orchestra.