, 7 de Novembro de 2018

Mês em cheio no Hot Clube

Quem segue a programação do Hot Clube reparou nos primeiros dias de Novembro que eram de primeira água as propostas feitas pelo espaço da Praça da Alegria, em Lisboa: ali fez o Ricardo Toscano Quarteto a apresentação do seu primeiro disco e tocaram os noruegueses Waco e o Jazz-Ensemble Dusseldorf, da Alemanha. Pois vai ser assim durante o resto do mês.  Hoje mesmo, dia 7, assinala-se o lançamento do álbum “Old School / Fresh Jazz”, dos Michael Lauren All Stars. Amanhã, e nos dias 9 e 10, acontecem aquelas que, segundo João Barradas, serão as derradeiras actuações públicas do grupo Home. A 14 e 15 o quinteto da cantora Paula Oliveira revela-nos as “Canções Possíveis” que compôs com os “Poemas Possíveis” de José Saramago. Os dias 16 e 17 estarão entregues à dupla de Mat Maneri, um dos mais importantes violinistas / violetistas da actualidade (foto acima), e Lucian Ban. Seguem-se a 21 o Francesca Tandoi Trio e nos três dias seguintes sobe ao palco um novo projecto de André Fernandes, Kinetic, que tem como particularidade a participação dos músicos espanhóis Perico Sambeat e Xan Campos e do brasileiro Frederico Heliodoro. A 28, integrados na série Newcomers, tocam os Umbrella. Os dois últimos dias do mês e o primeiro de Dezembro pertencem ao Gonçalo Marques Quartet, que tem a particularidade de contar com os préstimos de Jacob Sacks, Masa Kamaguchi e Jeff Williams. Óptima safra para os ouvidos dos jazzófilos lisboetas…