, 21 de Maio de 2018

Valado programa grandes do jazz nacional

O festival de Valado dos Frades tem este ano a sua 21ª edição, voltando a apostar na prata da casa, mas fechando com uma representação do jazz galego. Depois de concertos ao ar livre de preparação para o evento do Pumpkin Land’s Combo e da Dixienaza Jazz Band, o evento arranca a 31 de Maio na BIR com o projecto “Men-Tor” do contrabaixista e compositor Nelson Cascais, tendo a seu lado João Mortágua no saxofone alto, André Fernandes na guitarra, Mário Laginha no piano e André Sousa Machado na bateria. No dia 1 de Junho, vez para o Ensemble Super Moderne (foto acima), com José Pedro Coelho (saxofones tenor e soprano), José Soares (saxofone alto), Rui Teixeira (saxofone barítono, clarinete baixo), Paulo Perfeito (trombone), Luís Eurico Costa (guitarra), Carlos Azevedo (piano), Miguel Ângelo (contrabaixo) e Mário Costa (bateria).

A 2, contam-se e cantam-se as “Lifestories” de Joana Machado, fazendo-se a cantora acompanhar por Bruno Santos (guitarras), Óscar Graça (teclados), Romeu Tristão (contrabaixo) e Joel Silva (bateria). No dia 7 toca o Pedro Moreira Quarteto, com o líder saxofonista mais João Moreira (trompete, Ewi) e a mesma secção rítmica do grupo de Ricardo Toscano, com o contrabaixista Romeu Tristão e o baterista João Pereira. O quinteto de Ricardo Pinto apresenta-se a 8, com o referido Toscano (saxofone alto), Óscar Graça (piano), André Rosinha (contrabaixo) e Luís Candeias (bateria) a acompanharem o trompetista. O Abe Rábade Trio fecha o Jazz Valado a 9 de Junho. Com o pianista estarão Pablo Martín Caminero (contrabaixo) e Bruno Pedroso (bateria).