Melhores do ano, 3 de Janeiro de 2023

Melhores do ano

Melhores de 2022 por Inês Laginha

Inês Laginha

Este ano, além da equipa da jazz.pt (coordenação editorial e colaboradores), a votação dos melhores do ano contou com a participação de dois convidados externos. Uma dessas pessoas convidadas foi Inês Laginha, pianista e diretora artística da Casa Bernardo Sassetti. Aqui estão as suas escolhas.

 

DISCOS INTERNACIONAIS

BRAD MEHLDAU: "Jacob's Ladder" (Nonesuch)

PARKS / BREWER / HARLAND: "Volume Two" (Ahem)

MARK GUILIANA: "the sound of listening" (Edition)

CÉCILE McLORIN SALVANT: "Ghost Song" (Nonesuch)

REDMAN / MEHLDAU / BLADE / MCBRIDE: "LongGone" (Nonesuch)

GOLDINGS / BERNSTEIN / STEWART: "Perpetual Pendulum" (Smoke Sessions)

SASHA BERLINER: "Onyx" (Outside In Music)

GERALD CLAYTON: "Bells On Sand" (Blue Note)

ANTÓNIO LOUREIRO E RAFAEL MARTINI: "Ressonância" (Edição de Autor)

DAVID BINNEY: "Where Infinity Begins" (Mythology)

BILL FRISELL: "Four" (Blue Note)

MICHELE WILLIS: "Just One Voice" (GroundUP)

IVERSON / DeJOHNETTE / GRENADIER: "For Ellen Raskin" (Blue Note)

JULIAN LAGE: “View With A Room” (Blue Note)

KURT ROSENWINKEL: "Berlin Baritone" (Heartcore)

PEDRO MARTINS: "VOX" (Heartcore)

SAMARA JOY: "Linger Awhile" (Verve)

SHORTER / CARRINGTON / GENOVESE / SPALDING: "Live at the Detroit Jazz Festival" (Candid)

REBECCA MARTIN & LARRY GRENADIER W/ ORQUESTRA JAZZ MATOSINHOS: "After Midnight" (CARA/OJM)

TIGRAN HAMASYAN: "StandArt" (Nonesuch)

 

DISCOS NACIONAIS

NEIGHBOUR LIZARD: “Neighbour Lizard” (Robalo)

VÉRTICE TRIO: "A Longa Marcha" (JACC Records)

PERSELÍ: "Perselí" (Minaret)

MANÉ FERNANDES: “ENTER THE sQUIGG” (Clean Feed)

BERNARDO TINOCO / TOM MACIEL: "NoMad Nenúfar" (Clean Feed)

RICARDO TOSCANO TRIO: "Chasing Contradictions" (Clean Feed)

JOÃO LENCASTRE: "Safe in Your Own World" (Phonogram Unit)

MARIA JOÃO E OGRE ELECTRIC: Songs For Shakespeare" (Espuma Preta)

JOÃO ESPADINHA: "Em terra alheia sei onde ficar" (Edição de autor)

MÁRIO LAGINHA TRIO: “Jangada” (Edition Records)

SUL: "Sul" (JACC)

FILIPE RAPOSO: “Øbsidiana” (Lugre/Tinta-da-China)

RITA MARIA / JOÃO MORTÁGUA / MANÉ FERNANDES: "Quang Ny Lys" (Roda)

ANDRÉ SANTOS: “Embalo” (Edição de autor)

CARLOS AZEVEDO QUARTETO: “Serpente” (Carimbo Porta-Jazz)

JOÃO PEDRO COELHO: "Crónicas" (Edição de autor)

RICARDO PINHEIRO: "Gestures” / “Momentum" (AsUR / Inner Circle Music)

ORQUESTRA JAZZ MATOSINHOS & LUÍS FIGUEIREDO: "Se Por Acaso" (Roda)

ISABEL RATO QUINTETO: “Luz” (Nischo)

MÁRIO BARREIROS: “Dois Quartetos Sobre o Mar” (Edição de autor)

 

REEDIÇÕES / HISTÓRICOS 

CHARLES MINGUS: "The Lost Album from Ronnie Scott’s" (Resonance)

BRIAN BLADE & FELLOWSHIP BAND: "Live from the Archives*Bootleg June 15, 2000" (Stoner Hill)

DAVE BRUBECK TRIO: "Live from Vienna 1967" (Brubeck)

BERNARDO SASSETTI TRIO: "Culturgest, 2007" (Clean Feed)

BILL EVANS: "Trio '65" (Verve)

CHRISTIAN MCBRIDE: "Conversations with Christian" (Mack Avenue)

MAX ROACH: "We Insist!" (Candid)

MILES DAVIS: "What It Is: Montreal 7/7/83" (Legacy)

BUENA VISTA SOCIAL CLUB: "Ahora Me Da Pena" (World Circuit)

LARRY YOUNG: "Unity" (Blue Note)

 

MÚSICO OU GRUPO INTERNACIONAL DO ANO 

BRAD MEHLDAU

  

MÚSICO OU GRUPO NACIONAL DO ANO

DIOGO ALEXANDRE

 

ACONTECIMENTO DO ANO

Festival Theia: 
Há atualmente uma crescente consciência sobre o papel feminino na sociedade. Foi nesse contexto que surgiu o primeiro festival inteiramente dedicado às artistas, compositoras e intérpretes contemporâneas do nosso país. Com curadoria da cantora Rita Maria, que escolheu incluir conversas sobre este tema, o festival contribuiu ativamente para expandir os limites do que o público conhece e espera da mulher no jazz.

 

EXPECTATIVAS PARA 2023

O fim das limitações impostas pela pandemia trouxe um ano repleto em lançamentos de projetos que aguardaram mais do que seria previsto para verem a luz do dia. Esta abertura gerou uma urgência na criação que não dá sinais de abrandar. Se os projetos que vimos em 2022 foram resultado dos últimos 3 anos, pessoalmente tenho enorme curiosidade em ficar a conhecer o passo seguinte dos músicos portugueses e estrangeiros embebidos da sensação de liberdade e futuro que 2022 nos deixa.

 

Agenda

01 Fevereiro

Com Calma Jazz Jam

Com Calma - Espaço Cultural - Lisboa

02 Fevereiro

João Lencastre, Pedro Branco e João Hasselberg

Miradouro de Baixo - Carpintarias de São Lázaro - Lisboa

02 Fevereiro

Mockūnas-Mikalkenas-Berre

Água Ardente - Lisboa

02 Fevereiro

Ensemble Porta-Jazz / Robalo

Porta-Jazz - Porto

02 Fevereiro

José Menezes Quarteto

Cine Incrível - Alma Danada - Almada

03 Fevereiro

Pedro Neves Trio “Hindrances” / Wabjie

Festival Porta-Jazz - Rivoli - Porto

03 Fevereiro

Percussion

Água Ardente - Lisboa

03 Fevereiro

Gianni Narduzzi “Dharma Bums” / Carlos Azevedo Quarteto “Serpente”

Festival Porta-Jazz - Rivoli - Porto

03 Fevereiro

Mockūnas-Mikalkenas-Berre

Salão Brazil - Coimbra

04 Fevereiro

Coletivo Osso/Porta-Jazz “Interferências” / Umbral

Festival Porta-Jazz - Rivoli - Porto

Ver mais