Black Bombaim & Peter  Brötzmann

Black Bombaim & Peter Brötzmann: “Black Bombaim & Peter Brötzmann” (Schhpuma / Lovers & Lollypops) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Shhpuma / Lovers & Lollypops

Este disco começa por ser uma imagem muito interessante do ambiente editorial de uma nova geração, muito pouco preocupada com os dichotes nacionais, descomplexada em relação a Portugal e movida por uma paixão só: a música. É isso que explica que a Clean Feed, através da sua subsidiária Shhpuma, tenha ...

Ler mais

Vítor Joaquim: “Geography” (Crónica) (Curtas)

Curtas

Vítor Joaquim é um de variadíssimos casos na cena portuguesa de músicos para quem a improvisação é um processo fundamental, mas que nem por isso consideram tocar aquilo a que vamos chamando “música improvisada”. O facto de o seu instrumento ser o computador, e de este definir à partida o ...

Ler mais

Bruno Pernadas: “Worst Summer Ever” (Pataca Discos) (Curtas)

Curtas

Este “Worst Summer Ever” foi lançado ao mesmo tempo que o muito diferente “Those Who Throw Objects at the Crocodiles Will Be Asked to Retrieve Them” , e isso porque neste último álbum o jazz que se ouve desemboca na baía da pop – aliás, à semelhança do que acontecera ...

Ler mais

Xabregas 10

LUME: “Xabregas 10” (Clean Feed) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Clean Feed

O novíssimo disco do Lisbon Undergroung Music Ensemble é excelente, desde logo por existir. Não é possível imaginar o esforço e a persistência que devem requerer a Marco Barroso o trabalho de manter unido e a funcionar um grupo de 16 músicos que consegue entregar com enorme rigor e qualidade ...

Ler mais

Steve Lehman & Sélébéyone: “Steve Lehman & Sélébéyone” (Pi Recordings) (Curtas)

Curtas

Depois de “Travail, Transformation and Flow”, e depois de “Mise en Abîme”, Steve Lehman actualiza com este novo título as suas pesquisas do espectralismo harmónico em contexto jazzístico, ainda que de maneira bem diferente. Como então? Explorando até às últimas consequências (e que consequências!) um dos muitos aspectos que já ...

Ler mais

Joe McPhee: “Flowers” (Cipsela) (Curtas)

Curtas

Muito se foi falando ao longo destes últimos anos sobre este concerto. Os que a ele não assistiram só podiam imaginar o que foi pelas palavras que meia-dúzia de testemunhas ia repetindo. Expressões como «genial» eram respondidas com uns «ora bolas». Aconteceu o dito em Junho de 2009, quando decorria ...

Ler mais

Nuova Camerata: “Chant” (Improvising Beings) (Curtas)

Curtas

Quando o nome de um projecto anuncia ao que vai estamos perante um exemplo de formalismo? Não necessariamente, e sobretudo quando não há propriamente uma descrição da música, como é o caso presente. Mesmo que, como também é o caso, haja uma preocupação evidente quanto à forma. E qual é ...

Ler mais

André Santos Trio: “Vitamina D” (Robalo Music) (Curtas)

Curtas

Logo ao primeiro tema, “Rainstorm”, ficamos a perceber ao que vamos. A música do André Santos Trio, ou para ser mais exacto, de André Santos, líder e compositor, é de cruzamentos, tangenciais e obliquidades. O solo de contrabaixo tocado com arco por Matt Adomeit que logo aparece é melódico, lembrando ...

Ler mais

Ivo Perelman / Matthew Shipp: “Corpo” (Leo Records) (Curtas)

Curtas

O que pesa mais, o corpo ou a alma? A crer em dois dos cinco mais recentes discos de Ivo Perelman, editados pela Leo Records mais ou menos ao mesmo tempo, é a alma que tem maior gravidade. Para gravar “Soul”, o saxofonista brasileiro residente em Nova Iorque teve de ...

Ler mais

Gileno Santana / Tuniko Goulart: “Inevitável” (Calígula) (Curtas)

Curtas

Compreende-se o motivo do título deste CD em que encontramos Gileno Santana a tocar em duo com o guitarrista Tuniko Goulart: era inevitável, de facto, que o primeiro trompetista da Orquestra Jazz de Matosinhos e líder dos seus próprios grupos e projectos (começando pelo jazz eléctrico de “Metamorphosis”, já aqui ...

Ler mais

Joelle Léandre / Théo Ceccaldi: “Elastic” (Cipsela) (Curtas)

Curtas

O duo contrabaixo-violino não é estranho a Joelle Léandre – registos seus com violinistas como Carlos “Zíngaro”, Jon Rose e India Cooke circulam por aí. Mas por mais que, no caso do primeiro, exista uma enorme cumplicidade (várias vezes Léandre disse em entrevista que vê o músico português como um ...

Ler mais

Abaetetuba: “Peabiru” (Abaetetuba) (Curtas)

Curtas

Formado pelo percussionista António “Panda” Gianfratti com Thomas Rohrer (rabeca, saxofone soprano), Rodrigo Montoya (guitarra eléctrica e vários cordofones étnicos) e, mais recentemente, Luiz Gubeissi (contrabaixo), o colectivo Abaetetuba é um dos mais sólidos e permanentes surgidos na pequena, mas rica e dinâmica, cena de S. Paulo da música improvisada. ...

Ler mais

Marianne

Liquid Trio: “Marianne” (Vector Sounds) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Vector Sounds

O nascimento da chamada “música improvisada europeia” na década de 1960 teve motivações ou influências políticas (de cariz libertário, trotzkysta, maoísta ou leninista) que ao longo da evolução desta tendência se foram esvaziando. Tanto assim que, hoje, até muitos praticantes mais radicais dos seus princípios (recordemo-los: liberdade criativa, igualdade de ...

Ler mais

Alex Zhang Hungtai / David Maranha / Gabriel Ferrandini: “Âncora” (Grain of Sound) (Curtas)

Curtas

Canadiano nascido na Formosa, Alex Zhang Hungtai tornou-se objecto de culto nas margens do pop-rock com o pseudónimo de Dirty Beaches, apresentando uma música centrada em torturadas vocalizações e na utilização parcimoniosa de “samples” e de guitarra, calhando que em Portugal conquistasse um bom número de fãs. Nas suas vindas ...

Ler mais

Paulo Chagas: “Oboe Solos” (Zpoluras) (Curtas)

Curtas

Apesar de, nos territórios do jazz e da música improvisada, Paulo Chagas ter vincado o seu nome a tocar instrumentos como o saxofone alto e o clarinete baixo, o seu especial apreço pelos instrumentos de palheta mais agudos tem sobressaído nestes últimos anos. Aliás, é com insistência que vem surgindo ...

Ler mais

Nate Wooley / Daniele Martini / João Lobo: “Legacy of Ashes” (Creative Sources) (Curtas)

Curtas

A gravação é de 2011 e há muito pedia que fosse editada em disco. Tal acabou por acontecer este ano (2016) na quase improvável Creative Sources – “improvável” dado o cunho acentuadamente jazzístico da música que nestes temas se ouve e “quase” porque a editora de Lisboa que nos habituámos ...

Ler mais

Adrien Marco Trio: “Voyages” (Kiss Kiss Bang Bang) (Curtas)

Curtas

Ouvir o novo álbum do Adrien Marco’s Trio constitui uma viagem por si mesma. O título “Voyages” não podia ser mais acertado. A excelente tonalidade de guitarra de Marco convida-nos a viajar pela essência do “swing” cigano, acrescentando-lhe os sons mediterrânicos da sua cidade natal italiana. A amplitude da música ...

Ler mais

In On the 2

Remi Harris: “In On the 2” (Yardbird Arts) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Yardbird Arts

Remi Harris é um dos mais bem-sucedidos e prestigiados dos guitarristas britânicos do jazz cigano. No seu segundo álbum – “In On the 2” – leva o estilo de Django Reinhardt até um novo nível, fundindo referências vindas do jazz, dos blues, do rock, do funk e de várias músicas ...

Ler mais

Malagasy Roots

Tahina Rahary: “Malagasy Roots” (edição de autor) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Edição de autor

O álbum “Malagasy Roots” de Tahina Rahary é marcado por uma fluidez e uma naturalidade rítmica desconcertantes, combinadas com uma multiplicidade tímbrica e uma plasticidade melódica sem igual. A guitarra, o saxofone tenor e a voz estão em perfeita sintonia ao longo do tema de abertura. Aqui o contraponto rítmico ...

Ler mais

Plays the Music of Weather Report

Miroslav Vitous: “Plays the Music of Weather Report” (ECM) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / ECM

Miroslav Vitous (vénia) é um dos grandes. Tem discos gigantescos na década de 70 do século passado, começando por “Infinite Search” (1970). Nascido na antiga Checoslováquia, chegou a Nova Iorque em 1967 e a sua enorme qualidade musical integrou-o rapidamente na cena americana (Miles Davis, Stan Getz, Chick Corea, etc.). ...

Ler mais