Solo Flutes

Mark Alban Lotz: “Solo Flutes” (LopLop) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / LopLop

Mark Alban Lotz é um mestre flautista nascido na Alemanha, mas que se tem vindo a distinguir no seio do efervescente panorama holandês da música improvisada. O facto de ter vivido temporadas na Tailândia e no Uganda parece ter contribuído de forma decisiva para uma abordagem estética muito pessoal à ...

Ler mais

Polwechsel: “Traces of Wood” (hatOLOGY) (Curtas)

Curtas

Desde 2009 que o projecto Polwechsel não lançava qualquer disco, e neste período de tempo algumas mudanças nele tiveram lugar. Uma foi a saída de John Butcher do grupo e a outra é uma patente renovação do modo como Michael Moser (violoncelo), Werner Dafeldecker (contrabaixo) e os percussionistas Martin Brandlmayr ...

Ler mais

Waiting on You to Grow

Kris Davis Trio: “Waiting on You to Grow” (Clean Feed) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Clean Feed

Kris Davis é uma pianista discreta que domina todos os recursos e ferramentas, utilizando-os inteligentemente, com moderação e sem espalhafato. Vem desenvolvendo um percurso curioso, trabalhando diferentes formatos em frentes distintas. Além dos seus discos a solo, há que destacar o recente “Capricorn Climber” (gravado em quinteto) e esse outro ...

Ler mais

Clocks and Clouds

Luís Vicente / Rodrigo Pinheiro / Hernâni Faustino / Marco Franco: “Clocks and Clouds” (FMR) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / FMR

Os instrumentistas que integram o quarteto já conhecido no circuito dos concertos por Clocks & Clouds não podiam ter percursos mais distintos, apesar de todos estarem activos na sua franja mais criativa.

Luís Vicente tem firmado o seu nome em abordagens que vão do world jazz (Luís Vicente Trio) à ...

Ler mais

João Mortágua: “Janela” (Carimbo Porta-Jazz) (Curtas)

Curtas

Deveríamos comemorar todas as vezes que o jazz português sai daquele espartilho uniformizado em que voluntariamente se vai colocando. A publicação de “Janela” é uma dessas ocasiões. Está certo que João Mortágua parece ainda indeciso quanto a uma fórmula a abraçar, pois ao longo deste disco encontramos várias e não ...

Ler mais

II

Lawnmower: “II” (Clean Feed) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Clean Feed

O segundo disco do quarteto do baterista Luther Gray e do saxofonista Jim Hobbs era aguardado com curiosidade, depois da boa surpresa em 2010. O grupo apresenta agora uma formação substancialmente diferente, com o violino de Kaethe Hostetter e o baixo eléctrico de Winston Braman a substituírem as duas guitarras. ...

Ler mais

Nate Wooley / Hugo Antunes / Chris Corsano: “Malus” (NoBusiness) (Curtas)

Curtas

O trio deste “Malus” seleccionou os 45 minutos de música que aqui podemos ouvir de quatro horas de improvisações gravadas num estúdio belga, não sendo, pois, de estranhar que o contrabaixista português Hugo Antunes, o mentor do projecto, apresente o álbum como um “cartão-de-visita”. Até aqui chegar, esta formação rodou ...

Ler mais

Um enorme passo adiante

Rodrigo Amado Motion Trio & Peter Evans

Um enorme passo adiante (Destaques)

Destaques / NoBusiness Records

O grupo com maior rodagem do saxofonista de Lisboa tem dois novos, e notáveis, discos na lituana NoBusiness. Ambos gravados em Lisboa, em estúdio e em concerto, e ambos com um dos mais importantes trompetistas da actualidade como convidado.

Ler mais

White String’s Attached

Nigel Coombes & Steve Beresford: “White String’s Attached”(Emanem) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Emanem

Quando estamos perante um disco que foi considerado por Eugene Chadbourne como «demente», sabemos que isto é um caso sério: nestes concertos em duo de violino e piano, gravados em 1979, ouvimos uma ideia completamente nova e arrojada para este formato.

O piano e o violino são instrumentos cujo relacionamento ...

Ler mais

Avignon and After Volume 2

Steve Lacy: “Avignon and After Volume 2”(Emanem) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Emanem

Este é o segundo disco editado pela Emanem com registos de concertos a solo de Steve Lacy nos anos 1970. O primeiro saiu em 2012 e apresentou uma selecção de momentos das actuações do saxofonista soprano em Avignon no ano de 1972, com a estreia de peças que depois incorporariam ...

Ler mais

Paul Bley: “Play Blue” (ECM) (Curtas)

Curtas

Nesta gravação ao vivo datada de 2008, aquele que é uma das mais reverenciadas figuras da história do jazz mergulha por inteiro no espólio do piano deste género musical (e sim, chegando às raízes dos blues, tal como o título promete) para o converter num fresco de contemporaneidade transgressiva, jogando ...

Ler mais

Pedra Contida: “Xisto” (JACC Records) (Curtas)

Curtas

O mote de “Xisto” foi a coadunação do quinteto constituído por Marcelo dos Reis (guitarra, taças cantantes, voz), Angélica V. Salvi (harpa), Nuno Torres (saxofone alto), Miguel Carvalhais (electrónica) e João Pais Filipe (bateria, percussão) com a quietude acústica natural encontrada na residência artística que estes músicos fizeram em Cerdeira, ...

Ler mais

Hindsight Bias

Bly de Blyant: “Hindsight Bias” (Hubro) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Hubro

O que é que acontece a alguém que está dez dias a ouvir sempre o mesmo disco? Foi essa a experiência a que voluntariamente me submeti. Não porque pretenda concluir alguma coisa, mas porque o disco se impõe, pede para ser tocado.

O trio Bly de Blyant, do baterista norueguês ...

Ler mais

Callithump

Uri Caine: “Callithump” (Winter & Winter) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / Winter & Winter

Na capa do seu novo disco a solo – o segundo, depois do já distante “Solitaire” –, Uri Caine estende as mãos na nossa direção. E fá-lo como que a oferecer ajuda para desvendar os mistérios da relação com a aparatosa fábrica mecânico-acústica que medeia a sua relação connosco.

O ...

Ler mais

Da clássica para o jazz

Violinos

Da clássica para o jazz (Destaques)

Destaques / HatOLOGY

Muitos dos violinistas improvisadores têm em simultâneo, ou tiveram no passado, um investimento na música erudita. O certo é que o jazz e a "improv" beneficiaram com isso, como o testemunham seis discos agora editados (foto acima: Charlotte Hug)…

Ler mais

Zero Sum

Fail Better!: “Zero Sum” (JACC Records) (Críticas Soltas)

Críticas Soltas / JACC Records

Quinteto estreado em 2013, Fail Better junta músicos das cenas de Coimbra (José Miguel Pereira, Marcelo dos Reis), Porto (João Pais Filipe, João Guimarães) e Lisboa (Luís Vicente) apostados numa música integralmente improvisada que não desdenha os primados do jazz (antes pelo contrário), mas procura integrá-los com outras influências e ...

Ler mais

Katja Cruz feat. Oliver Lake: “Hexaphone: The Cosmology of Improvised Music” (Rudi Records) (Curtas)

Curtas

A sensação que logo nos assalta ao começar a ouvir este disco, e que permanece depois da sua audição, é a de que os elementos em conjugação no projecto “Hexaphone” não chegam a ser arrumados e efectivamente relacionados. A música é uma coisa e outra, e outra ainda, nunca uma ...

Ler mais

East-West Collective: “Humeurs” (RogueArt) (Curtas)

Curtas

O núcleo constituído pelos franceses Didier Petit (violoncelo, voz) e Sylvain Kassap (clarinetes soprano e baixo) e pelo californiano Larry Ochs (saxofones tenor e sopranino) já existia, mas entretanto surgiu a ideia de levar mais longe o factor oriental do projecto e incluir dois cordofones de origem comum, o gozheng ...

Ler mais

Billy Hart Quartet: “One is the Other” (ECM) (Curtas)

Curtas

Ora aqui está um disco – o segundo do Billy Hart Quartet na ECM, e o melhor dos três editados por esta formação com uma década de existência – que tem tudo para agradar. E logo em primeiro lugar porque revela o espírito de equipa do líder, baterista histórico do ...

Ler mais

Pericopes: “The Double Side Vol. 1 & 2” (RAM Records) (Curtas)

Curtas

Os dois Pericopes são Alessandro Sgobbio, pianista, e Emiliano Vernizzi, saxofonista, figuras em destaque de uma nova vaga de músicos no jazz de Itália. Músicos com garra e com ideias, de técnica sólida e imaginação viva, no caso com percursos que partem do pós-bop, andam pelos circuitos de uma reformulada ...

Ler mais