Paulo Alexandre Jorge / Daniel Matias Ferrer: “Not That Different” (Controlled Flame)

Rui Eduardo Paes

Este é o disco que não chegou a ser lançado no festival Culto Cilcuito do passado mês de Março, por meio de um concerto, devido a doença do baterista Daniel Matias Ferrer. Ei-lo, porém, a circular, juntando o baterista (e guitarrista, baixista, etc.) residente em Amesterdão ao saxofonista (aqui focado no saxofone soprano curvo) Paulo Alexandre Jorge. Uma curta fala no início da faixa 1 dá mote ao álbum, retirada do episódio 303 do “podcast” Back to Work, de Merlin Mann e Dan Benjamin: «It seems different, but it’s not that different.» Na intenção da dupla parece estar a ideia de que a música tocada, não coincidindo em vários aspectos com a estética do free jazz (Ferrer movimenta-se habitualmente nos domínios do rock, ainda que experimental e tendencialmente improvisado), pode ainda assim ser entendida como free jazz.

Pelo sim, pelo não, as oito faixas do CD não têm nome, com espaços em branco para os próprios ouvintes as titularem. «Tu é que sabes», lê-se no texto de apresentação “online” do álbum. Inclusive, nós é que ficamos de saber se se trata ou não de free jazz (se, citando, «te faz lembrar o teu peixinho dourado ou a súbita realização de que nada na vida tem sentido» - pela parte deste ouvidor, trata-se de música improvisada com referências jazzísticas (via sax, regra geral) e roqueiras (via bateria, também a um nível generalizado). E é bom, muito bom, ainda que a extrema crueza das peças improvisadas aconselhe algum doseamento auditivo. Em anos que já lá vão, aqueles em que Ferrer viveu no Porto (é natural de Montemor-o-Novo, berço das bandas punk em que começou a tocar), este era um duo com actividade regular, mas a mudança do jovem músico para a Holanda desfez o projecto, reatado quando (em 2016) os dois improvisadores se reencontraram naquele país e gravaram o que agora se ouve, «após um longo jejum» que levou a que encontrassem «novas formas de manipular música». As separações podem ser criativas, como neste trabalho se atesta.