, 19 de Agosto de 2016

Barcelos volta-se para o jazz

Numa cidade, Barcelos, sobejamente conhecida pela sua cena rock e pelo particular dinamismo dos jovens músicos que aí habitam, dar início a um festival de jazz pode não ser remar contra a corrente, tendo até em conta as características da música “indie” que por lá se faz – representativo é o facto de estar prestes a ser lançado um CD de uma das bandas locais, Black Bombaim, com nem mais nem menos do que o saxofonista de free jazz Peter Brotzmann. É essa a tarefa a que se propõe o Jazz ao Largo, que decorrerá no Largo Dr. Martins de Lima nos próximos dias 9, 16, 23 e 30 de Setembro, sempre pelas 22h00, com entrada gratuita.

O concerto de abertura, a 3, estará a cargo do Alexandre Coelho Quarteto, com o baterista líder a ser acompanhado por João Mortágua, Gonçalo Moreira e João Cação. O grupo leva o repertório de dois discos no bolso, designadamente os muito bons “Saturday” e “Sunday”.  Segue-.se, a 16, o muito elogiado Ensemble Super Moderne (foto acima), um dos emblemas mais fortes da associação Porta-Jazz. Buscando novos equilíbrios entre a composição escrita e a improvisação livre, este octeto do Porto é conhecido por atravessar várias tendências da música criativa dos nossos dias, interiorizando tanto características eruditas como do rock.

O dia 23 de Setembro está nas competentíssimas mãos dos TGB de Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão, numa mescla de jazz e rock em que podem surgir tanto alusões country como situações swingantes com uma instrumentação invulgar de tuba, guitarra e bateria. Numa actuação do trio chega a parecer que melodia e ritmo se batem pela primazia. Os três músicos coordenarão igualmente um “workshop” a partir das 16h00. A participação estrangeira no evento vem no fim, a 30, com os britânicos Get the Blessing. Inspirado no espólio deixado por Ornette Coleman, o quarteto tem como curiosa particularidade a circunstância de incluir alguns membros dos bem conhecidos Portishead. Daqui a uns anos, se como se espera continuar esta iniciativa apoiada pelo município de Barcelos, talvez apareça por ali uma vaga de músicos de jazz…